O PODER DA MÍDIA NO CENÁRIO ATUAL

o poder da mídia na políticaHoje vou falar não de alguma dica, ou técnicas de marketing como vinha falando nas semanas anteriores, mas vou falar sobre o poder da mídia e com isso quero que você perceba e entenda o quão importante isto é nos dias de hoje.

Quero citar como exemplo o ocorrido nesses últimos dias em nosso amado Brasil, mais especificamente nas questões políticas. É tanta corrupção, fraudes, enganações que todos nós brasileiros estamos de “saco cheio”. E isso tudo veio a tona graças ao poder das mídias. Já pensou se nos dias de hoje não tivéssemos rádios, jornais e televisões? Nada disso que está sendo mostrado em público seria de conhecimento do povo. Vamos mais a fundo, já pensou se nos dias de hoje não existisse a internet? Ela no todo, com suas redes sociais, e-mails, portais de notícias e etc. Pois é, os corruptos continuariam roubando, quem sabe até mais, e o povo não ficaria sabendo de nada.

Não quero aqui entrar nos méritos de falar sobre partido, sobre corrupção e tudo isso que já sabemos que está acontecendo no cenário político brasileiro. O ponto que quero chegar é mostrar o quão eficiente se tornou a internet. Como pode se ver nos últimos dias, a internet, mais especificamente com as redes sociais, foram organizados protesto, manifestações em questão de poucas horas. A facilidade com que as notícias se espalham pela internet é enorme, e isso facilita a comunicação de todo um país com apenas alguns cliques. Deixo aqui dito que esse poder de disseminar as notícias não é apenas da internet, mas também dos veículos de comunicação como televisão, rádio, jornal, revista, etc.

Com isso, podemos afirmar que estes meios funcionam sabendo usufruir das suas possibilidades de forma coerente.

Agora pare e pense. Vamos deixar de lado o exemplo que citei sobre o poder da mídia na política. Utilize o poder da mídia na sua empresa! Já pensou nas infinitas possibilidades que ela pode ter em prol do seu crescimento empresarial?

O exemplo da política que citei é prova clara de que a mídia exerce muita influencio no cenário em que estamos inseridos, então por que não usá-la?

Para finalizar, ainda quero ver e ouvir falar na mídia que a sua empresa está crescendo e prosperando. E outra coisa que quero ver e ouvir falar é que a corrupção e toda essa corja envolvida por trás de todos estes escândalos políticos paguem por todos os seus atos.

Andrey Perini Burger – Proprietário da agência DZN Publicidade. Graduado em Produção Multimídia e MBA em Estratégias de Marketing

Anúncios

ENTENDENDO OS 4P’s DO MARKETING

os 4p's do marketingVocê sabe o que é e como trabalhar os 4P’s do marketing? O assunto desta semana vai ser exatamente este.

Então o que é os 4P’s do marketing? Também conhecido como composto de marketing, são quatro elementos que compõe uma estratégia de marketing. Toda empresa deveria definir primeiramente os 4P’s para aí então colocar a estratégia em prática. Mas como sabemos, nem sempre é desta forma e os empresários por quererem as coisas tudo para ontem, acham que não precisam perder tempo com isso e acabam pulando esta etapa.

Os 4P’s de marketing são:

  • Produto;
  • Preço;
  • Praça;
  • Promoção.

Produto: o produto é aquilo que sua empresa vai oferecer, seja um produto ou serviço, é de fato o que sua empresa venderá para ganhar dinheiro. Neste ponto entra como será o produto ou serviço, forma, cores, embalagem, tamanho, subprodutos, etc.
Perguntas poderosas:

  • O que o cliente espera do produto?
  • Como ele será usado?
  • Qual a aparência do produto?
  • Qual nome ele terá?

 Preço: o preço é o quanto você vai cobrar pelo seu produto ou serviço, aqui entra alguns pontos como o valor real, o valor intrínseco, aqui você também analisa seu preço com relação à concorrência, se o valor que vai ser pago é algo mensurável para o consumidor, entre outros fatores.
Perguntas poderosas:

  • Com que produto o seu produto será comparado?
  • Qual o valor oferecido pelo seu produto?
  • Você vai ter lucro com seu produto? Quanto?
  • O cliente é receptivo com o seu preço?

 Praça: a praça ou ponto é onde o seu produto ou serviço vai ser distribuído, onde ele será comercializado, como vai chegar até o consumidor final. Este ponto está associado com os canais de distribuição como, por exemplo, a logística para chegar até prateleiras das lojas.
Perguntas poderosas:

  • Onde o seu cliente vai procurar pelo seu produto?
  • Onde estão seus concorrentes?
  • É fácil de o seu produto chegar até o ponto de venda?
  • Você tem fácil acesso aos canais de distribuição para a praça que quer atingir?

 Promoção: e a promoção, ao contrário do que a maioria dos empresários pensa, não é uma liquidação um preço diferenciado que você vai colocar no produto, e sim promoção é no sentido de como você vai promover o seu produto ou serviço.
Perguntas poderosas:

  • Como você vai anunciar o seu produto?
  • Qual o melhor momento para você divulga-lo?
  • Onde você vai divulgar o seu produto?
  • Em quais meios o seu público está mais presente?

Seguindo os 4P’s do marketing e utilizando dos exemplos de perguntas poderosas que citei no decorrer do texto você atingirá o sucesso mais rápido. Com este composto de marketing você conseguirá identificar seu público-alvo, suas necessidades e como chegar até o consumidor final.

Segue abaixo dois exemplos para você entender a importância dos 4P’s para sua estratégia de marketing.

EXEMPLO 1

Produto: Terno (camisaria Colombo)
Preço: Entre R$250,00 a R$500,00
Praça: lojas de roupas em geral
Promoção: Divulgação em tabloides, outdoor, internet.
Público-alvo: Pessoas que usam terno esporadicamente para irem em uma formatura, um casamento, tem idade entre 15 e 50 anos pertencentes as classes B e C.

EXEMPLO 2

Produto: Terno (Hugo Boss)
Preço: Entre R$4.000,00 a R$10.000,00
Praça: lojas específicas de terno.
Promoção: Divulgação em comerciais de TV em canais e horários específicos em que seu público é expectador. Grandes feiras do segmento.
Público-alvo: Empresários que utilizam terno em reuniões de grande escalão, frequentam festas e eventos da alta sociedade, tem idade entre 30 e 50 anos pertencentes a classe A.

Como você pode perceber nos exemplos acima o produto pode se dizer que na essência é o mesmo, mas a utilização do composto de marketing os tornou distintos assim abraçando dois públicos-alvo diferentes.

Até semana que vem!

Andrey Perini Burger – Proprietário da agência DZN Publicidade. Graduado em Produção Multimídia e MBA em Estratégias de Marketing